Escolha uma Página

Ministério afirma que os medicamentos são usados para tratar pacientes com hipertensão arterial pulmonar

Em ofício enviado à Câmara dos Deputados, o Ministério da Defesa afirmou que a compra de mais de 35 mil comprimidos de citrato de sildenafila, princípio ativo do Viagra, foi feita para tratar 225 pacientes com hipertensão arterial pulmonar desde 2020. O documento, obtido pelo UOL, mostra que 181 militares do Exército fizeram ou fazem o uso do medicamento; 43 da Marinha e um da Força Aérea Brasileira.
“Inicialmente, cabe expor que o consumo do medicamento Citrato de Sildenafila 25mg é destinado apenas aos pacientes internados e aqueles em regime ambulatorial, exclusivamente para o tratamento de doenças raras como a Hipertensão Arterial Pulmonar (HAP), a esclerodermia e em pacientes portadores de Vasculopatia Periférica Secundária ao Fenômeno de Raynaud”, diz a pasta.
De acordo com dados obtidos pelo deputado Elias Vaz (PSB-GO), os processos de compra foram homologados em 2020 e 2021 e continuam válidos neste ano. A maior quantidade (28.320 comprimidos) teve como destino a Marinha. Outros cinco 5 mil comprimidos foram aprovados para o Exército e outros 2 mil, para a Aeronáutica.
O Antagonista/montedo.com

Skip to content