Escolha uma Página

Queda assustou trabalhadores que estavam no campo a cerca de 100 metros do local atingido. Vídeo registrou quando disparo saiu da rota programada;

Vanessa Martins, g1 Goiás
O Exército Brasileiro liberou a área de uma lavoura em que um foguete caiu, após sair da rota programada, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. A informação foi repassada pela corporação ao g1 na tarde desta quarta-feira (18), mas a liberação, segundo os militares, aconteceu dois dias após o acidente.
Ainda segundo informações do Exército, as investigações têm 30 dias para serem concluídas e poderem apontar o que causou a queda em local fora do previsto.
A reportagem havia questionado o Exército sobre o tamanho do foguete, modelo, em quantas peças ele se quebrou ou desmontou, quais os riscos a população da região correu, mas os militares explicaram que essas e outras dúvidas só poderão ser esclarecidas ao fim da investigação.

Pânico
O acidente aconteceu no último dia 11 de maio. Imagens que circulam nas redes sociais mostram o momento em que o disparo saiu da rota programada (assista acima).
Lavradores que estavam trabalhando no momento da queda se assustaram, mas ninguém se machucou, como comemorou o trabalhador Enilson dos Santos Gomes:
“Foi um tremor bem forte, na hora a gente só pulou no chão e deu graças a Deus que a gente pôde levantar com vida”.
Dono da propriedade, o fazendeiro João Gouveia disse que ouviu tudo e pensou que um avião havia caído. Ele contou ainda que os funcionários, assustados, o chamaram pelo rádio para ir ao local.
“Eu vi que eles estavam soltando mísseis. Ouvi um barulho muito alto, pensei que fosse um avião que estava passando, aí ouvi o impacto. Pensei que tinha caído um avião. Levantou poeira demais”, comentou.
g1/montedo.com

Vídeo registra o momento em que o foguete se desvia da trajetória. Confira:

OCPNews

Skip to content