Escolha uma Página

Na avaliação do senador, zombar de militares e evangélicos fortalece o “espírito de corpo” criado pelo bolsonarismo

Guilherme Amado
Bruna Lima

O senador Alessandro Vieira, do PSDB do Sergipe, disse em um grupo de WhatsApp que a satirização das Forças Armadas e dos evangélicos é tudo que Jair Bolsonaro espera. Na avaliação do senador, zombar desses grupos fortalece o “espírito de corpo” criado pelo bolsonarismo com os militares e evangélicos.
“A generalização torna esse público um bloco fiel ao bolsonarismo. Não são as Forças Armadas que praticam a corrupção ou o desperdício, são indivíduos que estão em posto de comando. Da mesma forma, não são os evangélicos que barganham verbas públicas, são indivíduos que aproveitam as franjas criminosas do poder”, escreveu Vieira.
Para o senador, a satirização das Forças Armadas feita pelos opositores do presidente fortalece Bolsonaro, que defende os militares. Para exemplificar o movimento, Vieira falou sobre a mudança de postura da bancada evangélica sobre pastores envolvidos no escândalo do MEC.
“Um exemplo prático: a bancada evangélica condenou duramente os envolvidos no escândalo no início, mas reverteu a posição conforme a narrativa foi se assentando em bases equivocadas e foi compreendida como um ataque à religião ou aos religiosos em geral”, disse o senador.
Gulherme Amado(METRÓPOLES)/montedo.com

Skip to content