Escolha uma Página

Um deles é um ex-fuzileiro naval, de 26 anos, que chegou à Polônia na última sexta-feira

Dois brasileiros que pretendiam se alistar às tropas da Ucrânia para participar da guerra contra a Rússia estão desaparecidos há 5 dias, diz o UOL.
Um deles é o ex-fuzileiro naval Vinícius de Andrade (foto), de 26 anos, que viajou com um amigo, de identidade ainda desconhecida, e trocou mensagens com uma amiga na última sexta-feira (1), quando chegou à Varsóvia, capital da Polônia. A ideia era seguir em direção à fronteira com a Ucrânia.
Um dia depois, as mensagens foram respondidas por outra pessoa, que, aparentemente, usou um tradutor, já que há trechos não são compreensíveis e uma das palavras foi escrita no alfabeto cilírico. Os perfis do ex-fuzileiro foram excluídos das redes sociais.
Até o momento, o caso é tratado pelo Itamaraty como “possível desaparecimento”. Questionado sobre a identificação dos brasileiros, o órgão disse, em nota, manter o direito à privacidade dos cidadãos.
“O Itamaraty, por meio de sua Embaixada em Varsóvia, tomou conhecimento de possível desaparecimento de nacionais na Polônia e está à disposição para prestar toda a assistência consular cabível aos familiares.”
O Antagonista/montedo.com

Skip to content