Escolha uma Página

O presidente da República tem um “plano B” caso não escolha o militar para a função. O general seria indicado para comandar uma embaixada

O ministro da Defesa, Braga Netto, deve deixar o Ministério da Defesa em 2 de abril, mas sem qualquer garantia de que será o vice de Jair Bolsonaro na chapa presidencial.
Segundo o jornal O Globo, o presidente da República tem um “plano B” caso não escolha o militar para a função. Ele seria indicado para comandar uma embaixada, em país ainda a ser escolhido pelo general.
O Antagonista/montedo.com

Skip to content