Escolha uma Página

Paulo Roberto Bastos Jr.
No mês de fevereiro, militares da Diretoria de Fabricação (DF) do Exército Brasileiro (EB) visitaram a fábrica da Indústria de Material Bélico do Brasil (IMBEL) para o recebimento contratual e conhecimento da fabricação do lote-piloto do fuzil de assalto IA2, em calibre 7,62×51 mm, adquirido no âmbito do Programa Estratégico do Exército (Prg EE) Obtenção da Capacidade Operacional Plena (OCOP).
Este lote-piloto, constituído de 50 unidades, será enviado ao Centro de Avaliações do Exército (CAEx) onde passará por avaliações técnicas e operacionais e, na sequência, será dado prosseguimento à fabricação e recebimento do primeiro lote de fabricação do fuzil de assalto 7,62 mm IA2, constituído de 1.450 unidades, referentes ao termo de execução descentralizada (TED) Nº 21-EME 007-00, assinado em 30 de julho de 2021.
Durante a visita, os militares da DF foram apresentados aos fuzis e sua linha de produção, reafirmando a parceria entre o EB e a IMBEL e destacando a evolução da Fábrica de Itajubá, por meio do aprimoramento da capacidade produtiva e da eficiência operacional, dos investimentos em maquinário e da modernização do parque fabril. A atividade incluiu, ainda, tiros práticos com as unidades do lote-piloto.
TECNOLOGIA&DEFESA/montedo.com

Skip to content