Escolha uma Página

Força Expedicionária Brasileira atuou no rompimento das últimas linhas de defesa alemãs, que barravam o acesso à Itália e à Alemanha

Mayara Oliveira
O presidente Jair Bolsonaro (PL) comemorou, nesta segunda-feira (21/2), os 77 anos da tomada de Monte Castelo, em que soldados brasileiros derrubaram a fortaleza alemã que impedia o avanço das forças aliadas rumo a Bolonha, na Itália, durante a Segunda Guerra Mundial.
A Força Expedicionária Brasileira (FEB) participou no rompimento das duas últimas linhas de defesa alemãs, que barravam o acesso ao norte da Itália e ao Sul da Alemanha, segundo informações do Exército Brasileiro.
Ao todo, foram três meses ininterruptos de combates. A FEB teve mais de 400 baixas naquele conflito, entre mortos, feridos e desaparecidos.
METRÓPOLES/montedo.com

Skip to content