Escolha uma Página

Joaquim Silva e Luna*
Uma empresa saudável e comprometida com a sociedade é capaz de impactar positivamente a região onde atua. Com resultados consistentes, ela cresce, investe, gera mais empregos, desenvolvimento da economia local e paga mais tributos.
Quando falamos da Petrobras, a maior empresa do Brasil, responsável por cerca de 4% do PIB do país em valor adicionado, que tem a União como acionista controlador e mais de 850 mil pequenos e grandes investidores como sócios, os impactos para a sociedade são de grande relevância.
Só em 2021, os dividendos pagos à União somam R$ 27,1 bilhões, um recorde na história da Petrobras e do país. Se somados aos valores pagos em tributos e participações governamentais, esse total chegou a R$ 134 bilhões nos nove primeiros meses de 2021, com projeção de a contribuição total da empresa superar R$ 220 bilhões em todo o ano.
Para ter uma ideia comparativa, as despesas do governo federal em 2021 com educação foram de R$ 96 bilhões; com saúde, R$ 161 bilhões. Portanto, os recursos repassados pela Petrobras à sociedade em forma de tributos e dividendos superam importantes orçamentos de pastas ministeriais.
Nem sempre foi assim. Durante quatro anos, a Petrobras teve investimentos limitados e não pagou um centavo em dividendos, porque grande parte de sua geração de caixa era destinada a pagar dívidas geradas por má gestão e juros. Hoje, a contribuição da empresa vai bem além de investimentos, tributos e dividendos.
Há diversos exemplos na área de responsabilidade social. Uma das iniciativas mais relevantes em 2021 foi a aprovação do apoio de R$ 300 milhões para aquisição de gás de cozinha para famílias em vulnerabilidade social. Cerca de 4,2 milhões de pessoas serão beneficiadas até o fim de 2022.
Outra iniciativa transformadora foi o programa Janelas para o Amanhã. Resultou na entrega de 3.800 computadores recondicionados para 200 escolas públicas no Rio de Janeiro, além de apoio a programa para capacitação dos professores em tecnologia da informação.
Foram investidos R$ 86,4 milhões em projetos socioambientais. A Petrobras também passou a integrar a iniciativa Floresta Viva, em parceria com o BNDES, com R$ 50 milhões para projetos de reflorestamento.
A companhia apoia outros 17 projetos que atuam na recuperação ou conservação direta de mais de 175 mil hectares de florestas e áreas naturais, com contribuição potencial estimada em fixação de carbono e emissões evitadas de cerca de 1,3 milhão de toneladas de CO2 equivalente. São apenas algumas das dezenas de iniciativas que poderíamos citar.
As contribuições da Petrobras para o país também movimentam a produção científica. Somos a instituição que mais depositou patentes em 2021 no Brasil, com 118 no total. É, ainda, a empresa brasileira que mantém mais patentes ativas — 1.067 no Brasil e no exterior. A companhia faz parte de um grande ecossistema de inovação, compartilhando desafios com startups, universidades e empresas, estimulando o desenvolvimento de soluções tecnológicas.
Com a sustentabilidade financeira recuperada, a empresa pode fazer ainda mais e aumentar seu retorno para a sociedade. Nada disso seria possível para uma empresa endividada e sem capacidade de gerar valor.
A Petrobras de hoje tem resultados consistentes, que suportam um plano de investimentos responsável, com aportes de US$ 68 bilhões nos próximos cinco anos, 24% acima do projetado para 2021-2025.
A expectativa para os próximos cinco anos é destinar até R$ 380 bilhões em tributos e participações governamentais, e até R$ 130 bilhões em dividendos para a União.
Nesse ciclo virtuoso, receita vira investimento e se reflete em pagamento de tributos, dividendos e impulso às economias locais. É essa a melhor forma de a Petrobras contribuir efetivamente para o desenvolvimento do país. Petróleo Brasileiro S.A. —Petrobras: você pode confiar.
*General de Exército da reserva, ex-ministro da Defesa e atual Presidente da Petrobras

Skip to content