Escolha uma Página

Governo cria mais uma estatal inútil e dispendiosa
Tara por estatais levou o Ministério de Minas e Energia a “ativar” uma inutilidade denominada ENBPar para cuidar da gigante Itaipu Binacional

Cláudio Humberto
Além de não privatizar estatais, como prometeu, o governo continua criando empresas de necessidade duvidosa. Essa tara por estatais levou o Ministério de Minas e Energia a “ativar”, terça-feira (4), uma inutilidade denominada ENBPar (Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional S/A), para cuidar da gigante Itaipu Binacional, que não precisa disso, e de estatais que nem deveriam existir, como a Eletronuclear, que cuida de uma única usina nuclear.

Itaipu não merece
Empresa criada há meio século no tratado internacional Brasil-Paraguai, Itaipu ganhará um verdadeiro encosto: a Eletronuclear.

Arrumadinho estatal
Pior é que, como ocorreu na criação de nove em cada dez estatais brasileiras, a ENBPar tem todos os odores de compadrio.

Irmão camarada
O almirante Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia, designou para presidir a nova estatal um assessor, chapinha e… almirante, claro.

Missão impossível
Na presidência da ENBPar, almirante Ney Zanella, deverá “viabilizar a privatização da Eletrobrás”, que nem Arthur Lira conseguiu na Câmara.
DIÁRIO DO PODER/montedo.com

Skip to content