Escolha uma Página

Antes que surja algum mugido de “Montedo melancia!!!”, esclareço que minha intenção ao postar esse vídeo é esclarecer que a cartilha dessa gente não mudou em uma vírgula sequer desde 1964. Lembro que a politização e a indisciplina nos quartéis foi um dos fatores determinantes para a derrubada de Jango que – não por acaso – ocorreu um dia após seu discurso numa assembleia de sargentos.

Militares reunidos para o discurso de Jango (30 de março de 1964)

Do programa do PCO
“Você tem que convencer os setores mais proletários das Forças Armadas de que a disciplina de quartel é repressiva, precisa mudar.”
“Somos a favor de que o soldado tenha direito a formar sindicatos, participar da vida política nacional.”
“Somos favoráveis a mudar a estrutura de disciplina do Exército, através da eleição dos comandos pela tropa.”
E por aí vai.

Acorda, cadete!!!
A História ensina que política e Forças Armadas não podem se misturar. Pelo visto, Bolsonaro, Heleno, Ramos e Braga Netto estavam torando nessa aula.

Skip to content