Escolha uma Página

São Gabriel da Cachoeira(AM) – O tribunal do júri condenou o major do Exército Nildo Gonçalves de Souza por matar e ocultar o corpo de Alessandra da Silva e Silva, em crime ocorrido em 2012. O julgamento, presidido pelo juiz Manoel Átila Araripe Autran Nunes aconteceu na última quinta-feira (25).

O crime
O crime foi cometido no dia 19 de janeiro de 2012, dia do aniversário do condenado, que mantinha um relacionamento extraconjugal com a vítima. O Conselho de Sentença entendeu que o réu matou por motivo fútil e ocultou o cadáver da vítima, que continua desaparecido.

Reclusão e perda do cargo
No julgamento, após os debates, prevaleceu a tese sustentada pelo Ministério Público. O réu foi condenado a 13 anos de reclusão em regime fechado e à perda do cargo. A ré Gabriela de Souza da Silva foi absolvida, por falta de provas de sua participação no crime, a pedido do Promotor de Justiça Roberto Nogueira, designado para o caso.

Leia mais sobre o caso:
Major do Exército é preso no Amazonas por desaparecimento de estudante

Skip to content