Escolha uma Página

A chegada da Operação Formosa da Marinha do Brasil neste ano coincide com a discussão na Câmara dos Deputados do voto impresso, que deve ocorrer nesta terça-feira, conforme sinalização do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). A data exata da discussão deve ser fechada nesta segunda-feira no almoço de líderes.
Realizada desde 1988, a Operação Formosa é um grande treinamento de guerra da Marinha do Brasil, e acontece no município de Formosa (GO) pelas amplas dimensões do campo de treinamento no Planalto Central. A operação deste ano terá a inédita participação do Exército e da Aeronáutica, e não apenas de Fuzileiros Navais.
De acordo com a Marinha do Brasil, o objetivo da Operação Formosa é “assegurar o preparo do Corpo de Fuzileiros Navais como força estratégica, de pronto emprego e de caráter anfíbio e expedicionário, conforme previsto na Estratégia Nacional de Defesa”.
Este ano, ainda de acordo com a Marinha, a Operação Formosa envolverá mais de 2.500 militares, da Marinha, do Exército e da Força Aérea, que simularão uma operação anfíbia, considerada a mais complexa das ações militares, empregando mais de 150 diferentes meios, entre aeronaves, carros de combate, veículos blindados e anfíbios, de artilharia e lançadores de mísseis e foguetes. Foram transportadas 1.500 toneladas de equipamentos do Rio de Janeiro para Brasília, num deslocamento de mais de 1.400 km.


Com informações do R7

Skip to content