Escolha uma Página

Objetivo é verificar a capacidade do país em preparar tropas e contribuir com missões de paz da organização

Jonatas Martins
Uma comitiva composta por quatro representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) está inspecionando tropas do Exército Brasileiro. O objetivo é verificar a capacidade do país em preparar tropas e contribuir com operações de paz. Além disso, a visita também vai avaliar fuzileiros navais da Marinha do Brasil nos dias 19 e 20 de julho.
A inspeção pode elevar unidades das forças brasileiras para o nível 2 do Sistema de Prontidão de Capacidades de Manutenção da Paz das Nações Unidas, que tem o propósito de facilitar o planejamento da ONU para selecionar tropas disponíveis de um determinado Estado-Membro.
Com a ascensão, as Forças Armadas poderão enviar um Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais da Marinha e quatro tipos de contingentes de tropas do Exército, que se juntarão a outras cinco tropas da instituição elevadas a esse nível desde 2017.
Em nota, o Exército afirmou que a visita poderá manter a “histórica representatividade brasileira junto ao esforço mundial da organização internacional” e a Marinha reforçou que “tem exercido papel fundamental, por meio da participação de marinheiros e fuzileiros navais nas operações de paz”.
As ações com a presença de militares brasileiros que mais se destacam são a Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti e a Missão Interina das Nações Unidas no Líbano. Sendo que no Haiti, o componente militar foi comandado pelo país durante 13 anos. Já no Líbano, um almirante da Marinha liderou a força tarefa marítima de 2011 a 2020.
CORREIO BRAZILIENSE/montedo.com

Skip to content