Escolha uma Página

Lauro Jardim
Omar Aziz, no plenário do Senado, respondeu à nota oficial que o ministro da Defesa, Braga Neto, e os comandantes das três Forças Armadas divulgaram em repúdio ao presidente da CPI da Covid, a quem acusaram de leviano, irresponsável e de desrespeitar os militares, “generalizando esquemas de corrupção”. Disse o presidente da CPI:
— Podem fazer 50 notas, só não me intimidem. Quando estão me intimidando, estão intimidando o Senado.
O trecho final da nota dos militares era claramente ameaçador:
— As Forças Armadas não aceitarão qualquer ataque leviano às instituições que defendem a democracia e a liberdade do povo brasileiro.
O Globo/montedo.com

Skip to content