Escolha uma Página

O presidente CPI da Pandemia, o senador Omar Aziz (PSD-AM), disse que há um ‘lado podre’ da ala militar, ao falar sobre as denúncias de corrupção no governo

Produzido por Thiago Felix, da CNN, em São Paulo
Em entrevista à CNN, o ex-ministro da Secretaria do Governo e general da reserva do Exército Brasileiro Carlos Alberto dos Santos Cruz disse que “não existe banda podre” das Forças Armadas. O presidente Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, o senador Omar Aziz (PSD-AM), criticou membros da ala militar que estão no governo e envolvidos em suspeitas de corrupção.
“Seria um exagero de considerar isso”, disse Cruz sobre a declaração do senador. “Você tem um problema ou outro e são tomadas as providências normais”, completou.
As Forças Armadas e o Ministério da Defesa emitiram uma nota em repúdio às falas de Aziz.

Investigação da CPI
De acordo com o ex-ministro da Secretaria do Governo, é natural que esses militares sejam interrogados pela comissão, que investiga denúncias sobre o Ministério da Saúde, principalmente quando estava sob a liderança do ex-ministro general Eduardo Pazuello. “Isso não tem nada a ver com a instituição Forças Armadas”, explicou.
“Não se pode confundir as responsabilidades pessoais com a postura institucional.”
(Publicado por Nathallia Fonseca)
CNNBrasil/montedo.com

Skip to content