Escolha uma Página

Segundo Polícia Civil, militar deu cobertura a outro homem, que está foragido e foi responsável por atirar contra vítima. Mateus Batista Mattos foi morto na frente de casa, no Sol Nascente.

Carolina Cruz, G1 DF
A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira (19), um soldado do Exército acusado de participar do assassinato de Mateus Batista Mattos, de 23 anos. O crime ocorreu no Sol Nascente, no Distrito Federal, em 8 de novembro do ano passado, após uma discussão com um motorista (veja mais abaixo).
O militar – que não teve a identidade divulgada – é acusado de atuar na companhia de Filipe Igor Santiago Gomes, que está foragido. Os dois já foram denunciados pelo Ministério Público do DF e são réus pelo assassinato. A Justiça decretou a prisão preventiva – por tempo indeterminado – da dupla.
Até a última atualização desta reportagem, o G1 não tinha conseguido contato com as defesas dos acusados.
G1/montedo.com

Skip to content