Escolha uma Página

40º Batalhão da Infantaria informou na segunda-feira que suspendeu a operação Carro-Pipa por falta de água. Ação do Exército distribui água em cisternas por regiões que sofrem com a seca no Ceará.

G1 CE
O Ministério do Desenvolvimento Regional afirmou que vai repassar nesta terça-feira (5) a verba para que o Exército mantenha a Operação Carro-Pipa no Ceará e no Nordeste. As atividades haviam sido suspensas pelo 40º Batalhão da Infantaria, na cidade de Crateús, alegando a falta de recursos.
O dinheiro é utilizado pelo Exército para pagar “pipeiros”, que coletam água de reservatórios e levam até cisternas de casas na zona rural de regiões que sofrem com a seca.
“O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) informa que será realizada, mesmo sem a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2021 ter sido aprovada, a primeira descentralização de recursos do ano para a Operação Carro-Pipa (OCP) nesta terça-feira (5), diante da importância da ação de caráter emergencial”, afirma a pasta, por meio de nota.
Conforme o ministério, será repassado o valor de R$ 7,5 milhões para manutenção da operação na região Nordeste.
Atualmente, dos 155 açudes monitorados pelo Governo do Estado, 65 têm menos de 30% da capacidade máxima. O maior reservatório do estado, o Castanhão, tem apenas 11% do volume.
G1/montedo.com

Skip to content