Escolha uma Página

Em junho, o ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), manteve a decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) que garantiu a Maria Luiza da Silva – reconhecida como primeira transexual dos quadros da Força Aérea Brasileira (FAB) – o direito de se aposentar no último posto da carreira militar no quadro de praças.
Na última terça (15), a decisão judicial foi cumprida. A FAB publicou em boletim portaria promovendo Maria Luiza a graduação de suboficial.

Skip to content