Escolha uma Página

LISLANE ROTTAS
A arcada dentária confirmou a identificação de um dos corpos encontrados carbonizados no interior de um veículo, na manhã de segunda-feira (13), no Pacheco, em São Gonçalo. De acordo com a Polícia Civil, a vítima é o soldado Daniel Ferreira de Azevedo, de 19 anos, lotado no Forte Dom Pedro II de Imbuí, em Jurujuba, na Zona Sul de Niterói. Já para a confirmação oficial do outro corpo, os policiais aguardam resultados de exames de DNA.
Os corpos foram encontrados dentro de um carro, modelo Corsa Classic, na Rua Francisco José da Silva, no Pacheco. A suspeita é de que o segundo corpo seja de um outro militar, Victor Hugo Pedrosa Xavier, de 18 anos, visto na companhia do amigo Daniel. Segundo a Polícia, a dupla saiu junta na noite de domingo (12), de uma boate para deixar uma menina em casa, no bairro do Coelho.
Os agentes ouviram, nesta terça-feira (14), o depoimento do pai de Daniel e de alguns amigos. A menina também já prestou esclarecimentos na especializada.
De acordo com o delegado titular da especializada, Allan Duarte,o crime teria acontecido no próprio local onde o carro foi encontrado.
“O pai da vítima já foi ouvido e pelo depoimento nos contou que Daniel era um atleta, não era de beber muito e também era muito tranquilo. Vamos tentar reconstituir os últimos passos deles para saber a motivação do crime e identificar os autores”, afirmou o delegado.
Procurado, o Comando Militar do Leste informou em nota “que está à disposição da Polícia para colaborar nas investigações”.

Homenagens
Pelas redes sociais, colegas de trabalho publicaram fotos e texto em honenagens ao militar morto.
“Saudades desse dia mano, acordei e até agora não tô acreditando que você se foi, lembro como se fosse ontem ano novo e a gente de serviço reclamando abessa kkk.. tu queria sair da hora pra ver os fogos e acabou saindo escondido e a gente ficou zuando pra caraca por causa disso, última foto nossa de farda, a vida e muito estranha só Deus sabe de todas as coisas, Brilha no céu irmão! Eterno 509 Soldado De Azevedo”, dizia uma publicação.
plantãoenfoco/montedo.com

Skip to content