Escolha uma Página

Militares da ativa já ocupam quase 3 mil cargos no Executivo.

Um levantamento do Estadão mostra que são 1.595 do Exército, 680 da Marinha e 622 da Força Aérea Brasileira.
“As Forças Armadas já preveem que terão uma ‘enorme’ conta para pagar ao fim do mandato do presidente Jair Bolsonaro pela presença de militares na cúpula e na base do governo.
Em conversas nos quartéis e gabinetes de Brasília, oficiais admitem que a nova incursão na política, após 35 anos do fim da ditadura militar, trará desgaste à imagem da instituição e temem perder a credibilidade duramente reconquistada por causa do envolvimento com o governo e a perspectiva de seu naufrágio.”
O Antagonista/montedo.com

Skip to content