Escolha uma Página

Ouça as fotos, elas contam cada história…

Ruben Barcellos
O que se vê? Uma lagoa, um pé de salso numa ilha, pavilhões alinhados ao fundo e um céu que se reflete no espelho dessas águas.
O que se ouve? A voz da determinação, da coragem, do altruísmo, do amor extremado à Pátria.
O que se vê? Homens que se vestem iguais, comem da mesma comida e dormem sob o mesmo teto; não raras vezes embaixo deste teto que Deus fez cheio de azuis e estrelas cadentes.
O que se ouve? A voz da Instituição que se propõe a servir, a qualquer preço, sob o juramento de sacrificar a própria vida.
O que se vê? O cumprimento de ordens, a aceitação das regras do jogo, a responsabilidade de ser e estar – quem honra o que é e o que faz.
O que se ouve? A voz da camaradagem, da lealdade, das amizades forjadas em exaustivos exercícios de campo, de guarda, de vigilância e civismo. A voz no contraponto da disciplina em deliciantes histórias dos nossos amigos.
O que se vê? A cadência firme, as mochilas com o estritamente necessário, o armamento pronto para o uso, o treinamento apurado por profissionais competentes.
O que se ouve? A voz do estudo constante, das horas mortas da madrugada em que muitos vigiam, da cadeia de comando definindo a alçada de cada um.
O que se vê? A velha caserna que abrigou sonhos e projetos de vida; os velhos alojamentos que acolheram o cansaço de muitas gerações; as velhas garagens que guardaram as viaturas manutenidas com correção; os velhos soldados a cavaleiro nos passos dos novos recrutas que trilham o caminho do dever.
O que se ouve? O que se vê?
Uma foto conta muitas histórias.
Basta ouvir a voz do vento.
Ou a voz da saudade.
Tanto faz. As histórias são as mesmas, na mesma voz.
Facebook de Ruben Barcellos

Skip to content