Escolha uma Página

O general da reserva Paulo Chagas, bolsonarista de primeira hora e candidato derrotado ao governo do DF nas eleições de 2018, criticou no Twitter os movimentos políticos promovidos pelo governo, com a volta do chamado “presidencialismo de coalizão”, nome de batismo do tradicional toma-lá-dá-cá. Moro foi a primeira vítima, afirmou o general.

Skip to content