Escolha uma Página

A leitura dos generais do Planalto é de que o presidente é pessimamente influenciado por essa turma

Robson Bonin
Walter Braga Netto e seus generais lançaram uma ofensiva para rifar do Planalto os “espiões” de Carlos e
Eduardo Bolsonaro, como Filipe Martins, Arthur Weintraub.
A mira também está apontada para Tercio Tomaz, integrante do gabinete do ódio que está na cola de Jair Bolsonaro em quase todas as agendas do presidente. A leitura dos militares é de que o presidente é pessimamente influenciado por essa turma.
Radar(Veja)/montedo.com

Skip to content