Escolha uma Página

Grupo movimentou mais de R$ 5 milhões na prática criminosa. Duas pessoas foram presas, entre elas, um PM aposentado

Agentes da Polícia Civil do Distrito Federal desarticularam, nesta terça-feira (3/3), uma organização criminosa acusada de esquema de fraude em precatórios das Forças Armadas. Dois suspeitos foram presos, entre eles, um Policial Militar aposentado de 59 anos. Além das prisões temporárias, foram cumpridos mandados de buscas em diversos endereços no Distrito Federal.
Segundo informações da Polícia Civil, o grupo obtinha informações relativas aos beneficiários de precatórios com valores expressivos, falsificava os documentos dessas pessoas, entrava em contato com empresas especializadas e realizava a venda ilegal das requisições judiciais de pagamento. De acordo com as investigações, o grupo teria movimentado mais de R$ 5 milhões.
De acordo com o delegado Jonatas Silva da 14º DP (Gama), ao menos cinco pessoas foram vítimas do golpe. A investigação iniciou após uma denúncia do Banco de Brasília (BRB), que identificou grande quantia resultado de fraude em uma conta da instituição.
Batizada de 100%, a operação contou com a participação de policiais civis da 14ª DP, da Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf) e da Divisão de Operações Especiais.
CORREIO BRAZILIENSE/montedo.com

Skip to content