Escolha uma Página

TCU vai investigar viagem de ministros da corte militar à Grécia

O Tribunal de Contas da União (TCU) vai investigar a legalidade dos gastos do Superior Tribunal Militar (STM) com a viagem de três ministros à Grécia durante as férias coletivas de julho de 2019.
A corte militar gastou cerca de R$ 100 mil em passagens e diárias para que o presidente, Marcus Vinícius Oliveira dos Santos, e outros dois integrantes, Álvaro Luiz Pinto e Péricles Aurélio de Lima Queiroz, participassem de um seminário de dois dias, em Atenas, promovido pela Associação Internacional das Justiças Militares.
O episódio foi noticiado pela Folha de S. Paulo.
O STM alegou, à época, que os três “intercalaram o evento com o período de férias no recesso do Judiciário”. Mas, em ofício ao TCU, o diretor-geral da corte não confirmou essa informação.
O Antagonista/montedo.com

Skip to content