Escolha uma Página
Solicitação, no entanto, não teria sido feita pela Secretaria estadual de Segurança. Impedir invasão da Rocinha não era tarefa para as Forças Armadas, explicou Jungmann.

Resultado de imagem para jungmann globo news
Raul Jungmann (Givaldo Barbosa /O Globo)
Por GloboNews
O ministro Raul Jungmann garantiu que o Exército brasileiro está pronto para fazer varreduras em presídios do Rio de Janeiro. O pedido, no entanto, não teria sido feito pela Secretaria de Estado de Segurança. A afirmação foi feita ao jornalista Julio Mosquera nesta terça-feira (19), e a entrevista foi exibida na GloboNews.
“Hoje, infelizmente, não só no Rio de Janeiro, como no Brasil afora, grande número das unidades prisionais, as prisões penitenciárias, são escritórios, ‘home office’ do crime organizado. Ou seja, os chefes são presos, mas eles continuam dando ordem de lá de dentro porque têm celulares, rádios transmissores”, explicou o ministro.
Jungmann lembrou que o mesmo procedimento, para buscar drogas e armas nas penitenciárias, já foram realizadas mais de 30 vezes em pelo menos sete estados brasileiros, e defendeu as ações.
Sobre a recente invasão da Rocinha, comunidade em São Conrado, na Zona Sul do Rio, o ministro explicou que esse tipo de tarefa não cabe às Forças Armadas. Para agir na Rocinha, seria necessário que o Exército fosse acionado com antecedência.
G1/montedo.com
Skip to content