Escolha uma Página
O ano que não terminou

ANCELMO GOIS
A Marinha segue atrasando o pagamento a fornecedores do Rio. Uma fábrica da Zona Oeste com 120 empregados, por exemplo, recebeu só R$ 3 milhões dos R$ 5 milhões que entregou em 2015.
Com isso, estão atrasados os salários de novembro e dezembro, as férias coletivas e o décimo terceiro. E, é triste, os donos agora estudam corte de pessoal.
O Globo/montedo.com
Skip to content