Escolha uma Página
Acusados por desvio de armas começam a ser interrogados
Juiz de Fora (MG)  – Teve início nesta semana a etapa de interrogatórios dos acusados de terem participado de um desvio de armamentos e munições no 4º Depósito de Suprimentos do Exército. De acordo com informações da Justiça Militar, na última segunda-feira (14), foram ouvidos quatro ex-soldados que serviam na unidade militar, sediada no Bairro Barbosa Lage, Zona Norte. Já o civil, que é apontado como o elo entre os militares e os compradores de armamentos, será interrogado no próximo dia 29.
Três ex-militares foram denunciados pelo Ministério Público Militar (MPM), em agosto passado, por furto de 17 armas, já o civil e um dos ex-soldados respondem por receptação. A denúncia do MPM foi acatada em sua integralidade pela Justiça Militar, e todos passaram a ser acusados no processo.

Leia também

Três militares são desligados do Exército por desvio de armas em Juiz de Fora

Segundo a peça acusatória, o crime ocorria da seguinte forma: dois soldados, de 22 e 23 anos, entravam no pelotão de armamento, geralmente durante a noite, e retiravam as armas de forma aleatória e as guardavam em mochilas. Enquanto faziam a subtração, outro militar, 23, esperava a dupla em um carro do lado de fora do quartel. Os suspeitos deixavam o local pela porta da frente e, possivelmente, não eram submetidos a revista. Após a fase de interrogatório, serão ouvidas testemunhas do caso.
Tribuna de Minas/montedo.com
Skip to content