Escolha uma Página
Duque de Caxias (RJ ) – A juíza da 1ª Vara Criminal de Duque de Caxias, Virginia Lúcia Lima da Silva, condenou o coronel da reserva do Exército Ricardo Couto Luiz à dez anos e seis meses de prisão, sentença que acarreta a perda do posto e patente. 
O coronel e a esposa trabalhavam para o tráfico, e foram presos em 27 de setembro do ano passado em Xerém, município de Duque de Caxias, quanto transportavam 351 quilos de maconha.
A mulher, Marinete Mendes, foi condenada a oito anos e nove meses de prisão. Na sentença, a magistrada frisou que Luiz usava a alta patente a serviço do tráfico e para escapar de ações policiais.
Coronel reformado deixava farda pendurada no interior do veículo (Foto: Divulgação / Polícia Federal)

Leia também

Coronel do Exército e sua mulher são presos com 351 quilos de maconha

Ao ser preso, o militar trasportava a droga escondida no fundo falso dentro de uma van. De acordo com a PF, Ricardo  costumava deixar uma farda pendurada num cabide no interior do furgão para inibir revistas policiais. 
Coronel da reserva do Exército é preso com 350 quilos de maconha no RJ Polícia Federal/Divulgação
Com informações de O Dia e G1 (Imagens: PF)
Skip to content