Escolha uma Página
Cartuchos deflagrados no tiroteio e estilhaços
deixados pelos disparos dos traficantes
(Reprodução: Maré Vive – Facebook)
Robert Mota Juvino (17) ficou ferido durante um tiroteio no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, na noite deste sábado. Ele foi atingido no olho direito por estilhaços de vidro, resultante do tiroteio entre militares e traficantes na Rua da Paz, na favela Baixa do Sapateiro, na Maré. Segundo familiares, Robert estaria trabalhando no bar de sua tia, quando traficantes dispararam contra uma patrulha do Exército, que buscou abrigo no estabelecimento.
Robert foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Bonsucesso, na Zona Norte, e foi transferido para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro. O jovem foi submetido a uma cirurgia oftalmológica na tarde de domingo e permanece em observação.
Segundo o Exército, houve confronto durante patrulhamento por volta de 23h30m de sábado, quando parte da tropa foi alvo de bandidos. Depois do tiroteio, os militares perceberam que o morador havia sido ferido por estilhaços no rosto. Ainda de acordo com o Exército, o ferimento foi provocado por tiros dos criminosos, já que jovem estava no mesmo bar em que os militares se abrigaram do ataque. A família do rapaz não quis esperar a chegada de um carro do Exército e preferiu socorrê-lo por meios próprios. Ninguém foi preso.
Tiro abriu rombo em poste (Reprodução: Maré Vive – Facebook)

Disparos causaram destruição no bar (Reprodução: Maré Vive – Facebook)

Marcas dos tiros ficaram nas paredes (Reprodução: Maré Vive – Facebook)

Com informações da Agência Brasil
Skip to content