Escolha uma Página
Exército tenso
Troca de guarda no Monumento aos Pracinhas
Lauro Jardim
Anda tenso, muito tenso o ambiente no Comando Militar do Leste desde que Dilma Rousseff decidiu, de última hora, participar na sexta-feira da cerimônia anual em comemoração ao final da II Guerra, que as Forças Armadas realizam no Monumento aos Pracinhas, no Rio de Janeiro.
Há, claro, o temor de manifestações. E o Comando Militar do Leste está se preparando para isso. Vai isolar a área do máximo possível.
Ironia das ironias, talvez caiba ao Exército o papel de defender Dilma das multidões.
A propósito, no primeiro mandato Dilma não compareceu a nenhuma dessas cerimônias do Dia da Vitória.
Radar on-line (Veja)/montedo.com
Skip to content