Escolha uma Página
Tenente-coronel Cândido Renato Carolino Rodrigues, subcomandante do 71º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz) (Foto: Divulgação/ 71º BIMtz)
Subcomandante deixa esposa e dois filhos
(Foto: Divulgação/ 71º BIMtz)

Atualização: 20h (com informações do G1)


Sub-comandante do 71º BI Mtz morre após realização de teste físico no quartel em Garanhuns

O tenente-coronel Cândido Renato Carolino Rodrigues (47 anos), sub-comandante do 71º BI Mtz em Garanhuns, faleceu por volta das nove horas da manhã desta quarta-feira (06/05) no aquartelamento em Garanhuns após executar uma corrida para um Teste de Aptidão Física (TAF) realizado a cada quatro meses por todos os militares da ativa. Após correr os 12 minutos, que é o previsto para a corrida do TAF, o tenente-coronel Cândido perdeu os sentidos e caiu. O militar foi socorrido para o Hospital Monte Sinai, mas já chegou sem vida, vitimado, “possivelmente,” por uma parada cardíaca.
O tenente-coronel Cândido deixa esposa e dois filhos. Ele tinha 29 anos de carreira no Exército e estava a pouco mais de um ano como sub-comandante do Batalhão Duarte Coelho em Garanhuns. Assumiu o comando do 71º BI Mtz durante três meses enquanto o titular do cargo, tenente-coronel Vasconcelos, estava em missão na força de pacificação da Favela da Maré, no Rio de Janeiro. 
VEC/Garanhuns/montedo.com 
O tenente coronel de Infantaria Cândido Renato Carolino Rodrigues era da turma da AMAN de 1992.
Skip to content