Escolha uma Página
O exército do Sudão do Sul e as forças rebeldes recrutam de forma sistemática menores de idade para combaterem na guerra civil que assola o país há mais de um ano, denunciou hoje, 16, a organização Human Rights Watch (HRW).
“Apesar das promessas das forças do Governo e da oposição, ambas as partes continuam a recrutar e a utilizar crianças-soldados em combate”, advertiu o director para África da HRW, Daniel Bekel, que acusou o exército do Sudão do Sul de recrutar menores perto do complexo da ONU em Malakal, no nordeste do país.
As forças rebeldes também utilizaram crianças, tanto em operações de combate como em tarefas logísticas e de reabastecimento, assegurou a HRW, após uma dezena de entrevistas realizadas a menores de idade que entraram em combate durante o ano passado.
Voz da América/montedo.com
Skip to content