Escolha uma Página
Carnaval no AM terá PF e Exército no combate ao narcotráfico, diz SSP
Ação será realizada na tríplice fronteira, segundo o delegado Sérgio Fontes.
Operações poderão iniciar antes do Carnaval para evitar fluxo de drogas.
Exército, Marinha e Aeronáutica intensificaram ações nas fronteiras da Amazônia Ocidental (Foto: Divulgação/Exército)
Operações serão realizadas periodicamente entres as forças de segurança estaduais e federais (Foto: Divulgação/Exército)

Adneison Severiano
Do G1 AM
A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) anunciou que deverá realizar operações conjuntas com o Exército e a Polícia Federal para combater o narcotráfico no Amazonas. De acordo com o novo secretário de Segurança, delegado Sérgio Fontes, o início das operações deve ocorrer antes do carnaval, para interceptar cargas de drogas vindas de países vizinhos, que seriam comercializadas nesse período.
O território do Amazonas fica interligado a uma das principais rotas do tráfico de entorpecentes no país – a tríplice fronteira (Brasil, Colômbia e Peru). A faixa de fronteira, segundo Fontes, será alvo do trabalho articulado pela SSP-AM.
O delegado explicou que as principais prioridades do governo estadual envolvem ações para evitar crimes contra a vida, combatendo o tráfico de drogas e organizações criminosas no estado.
“Temos ciência que a criminalidade organizada é vetor de todos os crimes, seja grande ou pequeno, principalmente o narcotráfico. Somos vizinhos dos maiores produtores de cocaína do mundo, que são a Colômbia e o Peru. Essa vizinhança para o Amazonas e todo o Brasil não é boa porque a droga entra no país, sendo que a grande quantidade fica aqui. Esse mercado de drogas que faz os crimes de homicídio e crimes bárbaros. A criminalidade pequena também é financiada pelo narcotráfico”, explicou o secretário.
Rota do tráfico a partir do Peru, segundo a PF/AM (Foto: Arte/G1AM)Fontes disse que, atualmente, a Secretaria de Segurança trabalha no planejamento das operações conjuntas. As tropas farão ações de bloqueio e patrulhamento nos rios. A SSP informou ainda que irá se reunir com o Comando Militar da Amazônia (CMA) para tratar sobre o assunto e definir as ações prioritárias.
“Queremos que elas comecem o mais rápido possível no mês de fevereiro. Talvez antes do carnaval. A nossa intenção é que ocorra antes do carnaval para o fluxo maior de drogas fosse bloqueado, regerando a redução da oferta. Depende da logística, mas tenho equipes trabalhando no Alto Solimões preparando essa operação”, ressaltou Fontes.
A proposta da Secretaria de Segurança Pública, segundo o delegado, é realizar operações periodicamente. A SSP-AM pretende ainda realizar trabalhos pontuais em Manaus com Polícias Civil e Militar. “Não basta ser somente antes do Carnaval. É preciso as ações em um fluxo cada vez mais constante e sequenciado, porque, se vamos a um local e não voltamos mais, o traficante retorna tranquilamente. Temos que aturar essas vias de acesso até eles procurem outras vias”, justificou o secretário.
Ainda não há informações conclusivas sobre o efetivo das forças estaduais e federais que serão empregados nas ações. A Polícia Federal no Amazonas informou ao G1, por meio da assessoria de comunicação, que reuniões estão sendo realizadas para definir a integração do Estado com a PF. A reportagem tentou contato com o Comando Militar da Amazônia (CMA), mas não obteve sucesso.
G1/montedo.com
Skip to content