Escolha uma Página
Soldado da Aeronáutica é encontrado morto em ramal do Tarumã
Lucas Fonseca, de 22 anos, foi atingido com dois tiros nas costas e o corpo foi jogado no em um córrego do ramal Saia Branca
Segundo a família, Lucas Fonseca sofria de depressão (Foto: Reprodução).
Carla Albuquerque / [email protected]
Manaus (AM) – Um soldado da Aeronáutica foi encontrado morto, na manhã de sábado (17), em um córrego do ramal Saia Branca, Tarumã, zona oeste de Manaus. Lucas Fonseca, de 22 anos, foi atingido com dois tiros nas costas.
Segundo o irmão da vítima, Marcelo Fonseca, 28, o soldado saiu de casa na sexta-feira (16), por volta de 17h, para visitar a avó, no bairro Parque Riachuelo, também no Tarumã, mas não chegou ao destino.
“Não sabemos o que aconteceu. O que ouvimos dos moradores da área é que, na sexta, eles viram um rapaz com as mesmas características do meu irmão na área e, logo em seguida, ouviram tiros”, contou Marcelo. “Eles disseram ainda que viram carros do Ronda no Bairros no local e, quando foram procurar, encontraram a sandália dele, pingos de sangue e o corpo no córrego, após 500 metros andando na mata. Não roubaram nada dele”.
Marcelo garantiu que o irmão não era usuário de drogas, mas sofria de depressão desde que o avô morreu.
“Ele passou a ter problemas porque quando o avô morreu, a Aeronáutica não permitiu que ele fosse vê-lo no velório e ele pediu para sair, mas nunca teve envolvimento com drogas”, comentou. “Esperamos que a polícia possa esclarecer o que aconteceu”.
d24am/montedo.com
Skip to content