Escolha uma Página
CARGO DE DIREÇÃO

Juíza Telma Angelica Figueiredo é a nova corregedora da JMU
A juíza Telma Angelica Figueiredo foi indicada pelos ministros do Superior Tribunal Militar, na sessão desta quintas-feira (20/3), para atuar como juíza-auditora corregedora da Justiça Militar da União. Telma substituirá juíza-auditora Eli Ribeiro de Britto, primeira mulher a ocupar o cargo de corregedora da Justiça Militar da União —que se aposentou na segunda semana de março.
Juíza-auditora titular da 1ª Auditoria da São Paulo, Telma Angelica Figueiredo (foto) formou-se na Faculdade de Direito da Universidade do Estado da Guanabara e cursou especialização em Direito Penal na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Ela fez pós-graduação em Direito do Trabalho na Faculdade Estácio de Sá e concluiu também com uma pós-graduação latu sensu na Universidade de Salamanca, na Espanha, por meio do curso Extraordinario de Especialización en Derecho Penal. A nova corregedora da JMU também recebeu diploma da Escola Superior de Guerra por cursar Altos Estudos de Política e Estratégia.
Sua carreira na Justiça Militar começou em 1987, com a aprovação em concurso público que lhe levou a atuar como substituta nas auditorias do Rio de Janeiro e São Paulo. Na sequência, a juíza passou pelas auditorias de Belém, Salvador, Curitiba, Brasília e Campo Grande, assumindo a titularidade da Auditoria de Mato Grosso do Sul em 1996. Três anos depois, ela regressou à capital paulista. Entre setembro de 2006 e agosto de 2007, Telma exerceu a função de juíza internacional no Timor Leste por meio de um programa de cooperação entre o governo brasileiro e a Organização das Nações Unidas. Com informações da Assessoria de Imprensa do STM.

ConJur/montedo.com
Skip to content