Escolha uma Página
Pesquisa levou em consideração cinco fatores e analisou 103 países
Pesquisa levou em consideração cinco fatores e analisou 103 países
Nova Zelândia lidera ranking de aceitação de gays nas Forças Armadas

A Nova Zelândia lidera o primeiro índice elaborado sobre a inclusão de LGBT nas Forças Armadas. A pesquisa foi realizada pelo The Hague Centre for Strategic Studies, órgão independente que assessora governos, entidades e empresas, e será entregue à ONU e à União Europeia.
Segundo o jornal “El País”, para obter a listagem definitiva, o centro ordenou os dados relativos à presença dos LGBT no Exército em torno de cinco categorias diferentes: inclusão, admissão, tolerância, exclusão e perseguição. Assim, os dez primeiros países, mostram o esforço realizado para apoiá-los e aceitá-los.
Atrás da Nova Zelândia ficaram Holanda, Reino Unido, Suécia, Austrália, Canadá, Dinamarca, Bélgica, Israel, França e Espanha, os dois últimos dividindo a décima posição. O Brasil ficou em 21º, atrás da Argentina (16º), mas à frente dos Estados Unidos (40°), criticado por conta do tratamento com os transexuais, que não são aceitos.
Da lista de 103 países analisados, Líbano, Afeganistão, Emirados Árabes, Marrocos, Omã, Camarões, Sudão e Gana ficaram nas piores posições. Só estão à frente da Síria (101°), Irã (102ª) e Nigéria (103ª e última colocação).
PAROU TUDO/montedo.com
Skip to content