Escolha uma Página
Vitor Lauria morreu ao praticar travessia submersa
(Facebook)
Marinha abre inquérito para apurar morte
Vitor Lauria Pinto da Silva morreu quando praticava travessia submersa na piscina da Escola Naval
A Marinha abriu um inquérito policial militar para apurar a morte de um aspirante quando praticava travessia submersa na piscina da Escola Naval, no Castelo, Centro do Rio, na última quinta-feira, dia 28.
Vitor Lauria Pinto da Silva, de 21 anos, foi retirado do local desacordado. De acordo com o Comando do 1º distrito Naval, o militar estava acompanhado de outros 40 alunos quando ocorreu o incidente.
Ele teria tentado atravessar uma distância de 50 metros mergulhando. Apesar dos primeiros socorros tanto na Escola Naval como no Hospital Naval Marcílio Dias, a Marinha diz que não foi possível reanimá-lo. A morte foi constatada na noite de quinta-feira.
O enterro aconteceu nesta sexta-feira, no cemitério São Francisco Xavier, no Caju, Região Portuária da cidade.
BAND/montedo.com
Skip to content