Escolha uma Página
ALEMANHA
Viver uma noite num bunker da Guerra Fria

Ruben Abreu, editado por Ricardo Simões Ferreira
Fotografia © REUTERS/Ina Fassbender
“O Bunker-Museum”, situado na Alemanha, oferece uma experiência que permite “recuar no tempo” e dormir uma noite num bunker da antiga Alemanha Oriental e ser tratado como um soldado das Forças Armadas da República Democrática Alemã.
O bunker situado perto de Ilmenau, a cerca de 300 quilómetros de Berlim, foi construído nos anos 1970 para abrigar a unidade de comando do distrito no caso de uma emergência. Hoje, virou um museu aberto ao público. O agora “Bunker-Museum”, permite uma estada de uma noite no bunker subterrâneo e oferece fardas do Exército Nacional Popular (NVA, em alemão), as Forças Armadas da República Democrática Alemã (RDA), criadas em 1956 e dissolvidas juntamente com o país em 1990.
Por uma quantia de 109 euros, os visitantes poderão dormir uma noite no bunker, com 3600 metros quadrados, e ser tratados como soldados da NVA. Uma “experiência real” que permitirá vivenciar uma período importante da história recente da Europa.
Fotografia © REUTERS/Ina Fassbender
A República Democrática Alemã (RDA) foi um Estado criado em 1949 no território da zona de ocupação soviética após a Segunda Guerra Mundial. Em 1990, ocorreu a reunificação da Alemanha que definiu as novas fronteiras do país que hoje conhecemos como a República Federal da Alemanha. Durante estes 41 anos, existiram “duas Alemanhas” e dois exércitos. O bunker foi criado neste período de conflitos políticos, tecnológicos, económicos e ideológicos.
DN GLOBO/montedo.com
Skip to content