Escolha uma Página
Presidente Dilma deve assinar decreto nos próximos dias.
Exército aguarda a publicação do decreto em D.O. para se pronunciar.

Do G1 Rio

A presidente Dilma deve assinar um decreto que determina uma área de garantia da lei e da ordem para que o Exército possa atuar no reforço do policiamento durante o leilão do Campo de Libra, na próxima segunda-feira (21), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, como informou o comentarista Rodrigo Pimentel no RJTV 1ª edição desta quarta-feira (16).

O Ministério da Defesa confirmou nesta quarta o G1 que houve o pedido para que tropas do Exército reforcem a segurança do leilão do Campo de Libra. A assessoria da pasta, no entanto, ressaltou que caberá à Presidência da República a publicação do decreto autorizando o envio do efetivo militar.
O leilão do Campo de Libra, na Bacia de Campos, é o primeiro que vai conceder áreas para exploração de petróleo e gás natural na região do pré-sal sob o regime de partilha de produção.
De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, 11 empresas pagaram a taxa para poder participar do leilão da reserva petrolífera.
Pelas regras da partilha, vencerá o leilão o consórcio que apresentar a maior parcela do óleo de Libra destinada à União. A Petrobras será a operadora única e sócia de todos os campos, com no mínimo 30% de participação.
A expectativa é que a produção seja de 1 milhão de barris por dia da área de Libra, a maior reserva de petróleo já descoberta no país.
G1/montedo.com
Skip to content