Escolha uma Página
Um general para botar ordem na festa de Nuzman

Juca Kfouri
20131001-173440.jpgAntes de mais nada, um pró-memória, relativo ao que foi publicado em minha coluna na Folha de S.Paulo, em 16 de setembro:
“NUZMAN NA MIRA
O governo federal não suporta mais ouvir nem falar no nome de Carlos Nuzman, o único presidente de comitê olímpico nacional, na história das Olimpíadas, que preside também o comitê organizador dos Jogos.
É a cada dia mais improvável que ele siga como general da banda na Rio-16, porque, além de seu nome, a música que ele toca não engana mais os preocupados ouvidos em Brasília.
Vara madura que não cai? Catuca por baixo que ele vai…”
Pois é.
Hoje foi anunciado o nome da nova Autoridade Pública Olímpica, a APO, que nem Nuzman, nem o governador do Rio, Sérgio Cabral, nem o prefeito Eduardo Paes olham com bons olhos.
O general Fernando Azevedo e Silva, presidente da Comissão de Desporto Militar, nomeado pela presidenta Dilma Rousseff, gosta tanto de Nuzman quanto este blogueiro.
O reinado começa a acabar.
Blog do Juca/montedo.com
Skip to content