Escolha uma Página
A Força Aérea Brasileira recebeu esta manhã o prêmio Destaque na Promoção da Doação de Órgãos e Tecidos 2013. O troféu foi entregue ao Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito, pelo Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, durante o lançamento da campanha nacional de doação de órgãos, em Brasília (DF).
A FAB integra o sistema brasileiro de transporte de órgãos. A homenagem à instituição é o reconhecimento pelo apoio às centrais de captação distribuídas pelo Brasil e pelo esforço logístico aéreo para acessar localidades de difícil acesso, como é o caso da região amazônica.
Em seu discurso, o Comandante destacou o trabalho realizado pela FAB em janeiro deste ano no transporte de pele do Chile para Porto Alegre (RS) para o socorro às vítimas do incêndio da boate Kiss. “O envolvimento não se restringe a aeronaves e pilotos, mas também a controladores para que deem celeridade a missão”, enfatizou o Comandante em referência a prioridade que as aeronaves que transportam órgãos ou em missão de UTI aérea têm.
No caso de Santa Maria, a FAB empregou helicópteros H-60 Black Hawk e um avião C-105 Amazonas, transformado na maior UTI aérea já utilizada no país, para o transporte dos feridos. O esforço logístico da FAB também contribuiu para acabar com a espera na realização de transplantes no Distrito Federal, que lidera o número de cirurgias de transplante de córneas ao lado dos estados de São Paulo, Pernambuco, Paraná e Rio Grande do Sul. “O Brasil é o recordista mundial em transplantes totalmente gratuitos”, destacou o Ministro da Saúde.
Com agência.
Força Militar (O Dia)/montedo.com
Skip to content