Exército planeja hipótese de enviar batalhão para o Oriente Médio

URUTU ONU - FOTO G POGGIO
O Boletim do Exército 34, publicado ontem (22/08), trouxe a Portaria-EME n.º 164/2013 que aprova a diretriz para as atividades de planejamento para a hipótese de integrar missões de paz sob a égide das Nações Unidas no Oriente Médio com um Batalhão de Infantaria de Força de Paz.
É importante destacar que não se trata da confirmação do envio de um batalhão de soldados brasileiros para o exterior, mas o primeiro passo concreto nessa direção. Existe ainda a previsão, caso o Brasil não envie esse batalhão à UNIFIL, de o mesmo fique como uma unidade de pronto-emprego da ONU, uma vez que boa parte do material de missão será aproveitado do BRABAT2 que retornou da MINUSTAH.
O Brasil vem sendo requisitado pela ONU a atuar com mais tropas em Missões de Paz. Especificamente, conforme já noticiado no aqui pelo Forças Terrestres, o Brasil foi convidado a enviar tropas para a UNIFIL, uma vez que a MB comanda a força-tarefa naval e devido ao bom trabalho desenvolvido pelo país na MINUSTAH.
A missão no Líbano, caso venha se concretizar, representará um salto de qualidade para a Força Terrestre, uma vez que exporá a tropa a um novo tipo de ambiente tático, sendo determinante a adoção de novos tipos de equipamentos, principalmente no que concerne os equipamentos de proteção individual e coletivos. Só relembrando que o Brasil já participou da Missão de Paz com sucesso na região, em Suez, na UNEF na década de 1950. R. A.
portaria 164 EME - hipotese de missao de paz no Oriente Medio
FORÇAS TERRESTRES/montedo.com

8 respostas

  1. Torço para que esta missao saia!!! O Exercito vai ganhar muita experiencia e respeito internacional com esta missao. Competencia dos nossos Of, Sgt , cb e soldados sei que nao faltará. Nossos militares sao muito bons em comparaçao a varios outros exercitos do mundo, nao vamos fazer feio! QUEM TIVER CHANCE SEJA VOLUNTARIO!!!!

  2. Governo se poder manda uns hummer e alguns blackhawks para podermos ir para esta missão, nós militares agradeceríamos e muito.O sonho distante.

  3. O Exército Brasileiro está com as "pernas quebradas", não tem dinheiro para rancho, munição, equipamentos entre outras necessidades básicas da força, isso sem contar os vencimentos extremamente defasados. Nossas fronteiras estão totalmente desguarnecidas, segurança nacional nota zero. Porque será que as Forças Armadas ao invés de se preocuparem com o país dos outros, primeiro não guarnecem o nosso? E ainda tem gente vibrando com isso!!!

  4. Concordo com o TC Gobert. no que concerne as características do militar brasileiro. Indubitavelmente nossas tropas nada deixam a desejar se comparadas com outras tropas de outros países. O senhor mesmo afirmou que retornou de uma missão no Sudão e encontra-se agora em Tefé, parabéns. pois foi através de seus méritos que vossa senhoria encontra-se numa posição de destaque e evidência na carreira militar. O que eu discordo de Vossa Senhoria em alguns aspectos é o seguinte: Infelizmente hoje nos encontramos em situação deplorável por causa de alguns ditos "comandantes" que nos deixaram chegar ao fundo do poço. eu sou militar meu pai foi militar, ingressei nas fileiras por vocação pois desde cedo sabia que não seria rico, porém nós somos vilipendiados dos nossos direitos e tudo fica por isso mesmo.O militar tem que sim suportar as agruras da profissão pois se escolheu a carreiras das armas não pode ser prender apenas ao valor do vil metal, mas por trás do militar tem a família composta de esposa, filho e demais dependentes. Essa hoje é a questão "X" pela qual vários companheiros vêm cada dia que passa saindo das fileiras, gente muito boa que a Força não faz questão de manter pois são valorosos recursos humanos que o Exército vem perdendo paulatinamente, e nossos chefes não estão nem aí. Existe no exército as guarnições de difícil recompletamento por qual motivo ? pois não tem nenhum apoio para a família do militar, pois militar no RJ e SP mora em favela.
    Sei que vossa senhoria sabe de tudo isso que acabei de expor aqui, não adianta ficarmos aqui numa peleja digital, usando esse importante blog de informações que é o Montedo. O que sempre digo que militar tem que se articular politicamente, pois parafraseando Marx digo "Militares do Brasil uni-vos nada vos prende a não ser vossos grilhões"
    Uma saudação desse seu companheiro de farda que por motivos mais óbvios não pode identificar-se

  5. Realmente nossos militares são bons, porém com essas missões algumas unidades são privilegiadas recebem material de ponta enquanto isso a grande maioria com FAL de 1964, capacetes e coletes balísticos todos com validade vencida, e em quantidade insuficiente para toda a tropa. Melhor investir na tropa, toda a tropa não só em uma pequena parte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo