Bofetada na cara da legalidade: Senado aprova anistia a bombeiros e policiais militares grevistas

Leiam a notícia do Congresso em Foco. Comento lá embaixo.

Senado aprova anistia a bombeiros e policiais militares
Integrantes das corporações de 18 unidades da federação receberão perdão por participar de greves e movimentos por melhores salários.
Janeiro de 2012: Polícia do Exército cerca AL da Bahia, tomada por PMs grevistas (Cristophe Simon/AFP)
MARIO COELHO 
O Senado aprovou na madrugada desta quinta-feira (11) a anistia a policiais militares e bombeiros de 18 unidades da federação por participarem de greves e movimentos que reivindicam melhores salários e condições de trabalho. Na sequência, os senadores criaram o Sistema Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (SNPCT).
A anistia a bombeiros e policiais militares tinha sido aprovada na terça-feira (9) pela Câmara. O texto chegou ao plenário após um requerimento de urgência apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Psol-AP). Com a aprovação, receberão anistia os militares dos seguintes estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal.
Durante a discussão, senadores apontaram a necessidade de haver a regulamentação do direito de greve de servidores públicos. Romero Jucá (PMDB-RR) adiantou que uma proposta deve ser discutida a partir de agosto. Já Humberto Costa (PT-PE) lembrou que foram movimentos grevistas organizados por pessoas armadas. “É preciso ter muito cuidado ao analisar essas anistias”, ponderou. Leia mais.
congresso em foco/montedo.com
PMs baianos em greve ameaçando soldado do Exército (Lucio Tavora / Agência Estado)
Comento:
Eis aí uma face das mais vergonhosas do tão incensado ‘jeitinho brasileiro’. O procedimento não é inédito, pois o precedente foi aberto pela Lei 12.191, sancionada por Lula em janeiro de 2010, anistiando policiais e bombeiros de 12 estados e do DF de punições recebidas por participar de movimentos reivindicatórios entre 1997 e 2010. Em 2011, Dilma concedeu anistia a 439 bombeiros do Rio de Janeiro que participaram de uma greve (Lei nº 12.505).
Janeiro de 2012: tropas do Exército cercam quartel dos Bombeiros em Fortaleza
E ficamos assim: servidores militares, armados, cuja missão é defender o cidadão, se prevalecem dessa condição para intimidar e muitas vezes aterrorizar quem lhes paga os soldos. Promovem badernas, ocupam parlamentos, praticam atentados, ameaçam quem bem entendem, usam crianças como escudo, enfim, pisoteiam à exaustão a Constituição Federal e o Código Penal Militar, cospem na cara da sociedade para, na maioria das vezes, terem atendidas suas reivindicações por governantes que não honram as calças que vestem. Depois, é só correr para o abraço, ou seja, esperar pela anistia, tida como certa, ampla, geral e irrestrita.
E não venham me dizer que este é um caminho legítimo, por que ele não é! Se vivemos num estado democrático de direito – e, apesar dos pesares, assim o é – qualquer movimento que se pretenda justo terá que operar dentro da lei e não fora dela. O demais é demagogia barata para justificar a anarquia e o banditismo e garantir mandatos.
Tropa do Exército ‘alojada’ durante greve da PM na Bahia
Enquanto isso, as Forças Armadas, que foram às ruas para garantir a segurança da população durante as greves em Rondônia e Maranhão (2011), Ceará e Bahia (2012) e o fizeram com profissionalismo e eficiência, continuam com seus salários defasados, enquanto assistem o triunfo da ilegalidade. 
Um exemplo: ao término da greve da PM cearense ocorrida entre dezembro de 2011 e janeiro de 2012 , um soldado passou a ganhar o mesmo que um terceiro-sargento do Exército. Uma bofetada na cara dos profissionais que tiveram que conter badernas, ouvir desaforos sem conta e ainda cumprir a missão de um bando de chantagistas fardados e armados.

13 respostas

  1. Parabéns a todos os bombeiros e policiais militares que tiveram coragem de lutar por dignidade e salários mais justos!!!! Até quando os militares da FA vão continuar mandando esposas e "velhinhos" da reserva e reformados lutar por seus interesses.
    A foto de um "bando" de militares empilhados num galpão qualquer… é exatamente situação das FA hj!!!!
    Que sirva de lição!!!!

  2. Pra começo de conversar nem deveriam ser militares, Policiais e Bombeiros não precisam e não devem ser militares, só em países que usam estas instituições de defesa da sociedade para defender interesses ideológicas de Estados totalitários, essa condição é um resquício dos governos militares, em que as "PMs" eram utilizadas somente como ferramenta de repressão de manifestantes e opositores. Como aconteceu em SP e vem acontecendo no Rio de Janeiro nos dias de hoje.

  3. E o EB como sempre na mer….
    Nunca vai mudar, enquanto quem esta no topo consegue manter as regalias, que se exploda quem está pra baixo…
    A tropa que se exploda!!!
    E vc praça otário continue acreditando que tem uma "carreira"…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!

  4. Eu me ferrei nas duas greves da PM de minas, nos quais eles foram atendidos e hoje ganham muito bem, ainda mais tendo LE e quinquênio ambos perdidos (vendidos) por nos. Nas duas fiquei uma semana fora de casa. Hoje vejo o cmt de unidade sempre dizendo que nao podemos nunca reivindicar nada pois pra isso temos nossos chefes…. NAO SEI SE CHORO OU ME DESESPERO DE VEZ!!! Ass: um s ten em algum lugar deste Brasil (alias num lugar que nao queria estar tendo que estudar pra um chaqao que nao queria fazer e nao vai me servir de nada) ARREGO!!!

  5. Pois é nossos chefes estão se lixando em Brasilia, querem mais é saber de seus direitos enquanto isso na ponta da linha é o sevirometro que funciona triste

  6. Desmilitarizar o Corpo de Bombeiros, fusão das polícias militar e civil nos estados, é o mínimo para acabar com muitas palhaçadas no Brasil. E fora do contexto alguém pode me indicar o regulamento que garante transporte com motorista para os comandantes de OM ?2157

  7. Enquanto isto, no EB, com seus salários para lá de ridículos…NÓS CUMPRIMOS A MISSÃO!!!
    E quem se beneficia??? algum General ou Coronel…que se promove às custas daqueles de quem deviam proteger e brigar por melhores condições!!!
    Missão no exterior, aditâncias, servir no "mundo do conto de fadas" Brasília (ganhando diárias, fazendo visitas ao exterior com diária no bolso, VAN para levar e buscar do "quartel", PNR garantido…)
    ATÉ QUANDO, SENHORES???? Eis a pergunta que ninguém responde!!!

  8. Não sei nem quem autoriza esse sujeitos a usarem armas. Deveriam se chamar "polícia comunitária" assim como queria o comunista José Serra, quando gestor de SP (segundo ele, porque "militar" é um termo que "não soa bem"). Hierarquia não existe, pois o camarada entra soldado e em quatro anos já é 2º sargento. Disciplina, essa palavra lhes é desconhecida.

  9. O que os militares das Forças Armadas fazem para merecerem os salários que ganham…?
    NADA!!!! Por favor, parem de falar mal de quem trabalha de verdade e vão tomar vergonha na cara!!!! BANDO DE MASSA OCIOSA!!!

  10. Missão dada é missão cumprida! ser militar vai muito além da mediocridade de receber salários, sacerdócio é o que falta na caserna, a Legião estrangeira fica na França. Serviço Militar só é obrigatório para o jovem que completa 18 anos. Fora isso é pura covardia de quem não tem coragem de pedir pra sair. Brasil acima de tudo. Verdadeiro soldado. Brasil!! me chama que eu vou. Nem um dia sem estar preparados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo