Subtenente do Exército morre após queda de rapel no Piauí

Morre tenente do Exército que caiu de ponte durante rapel
Subtenente teria caído de uma altura de 15m e passou oito dias internado. Velório acontece em Teresina.
Leilane Nunes
Parnaíba (PI) – O subtenente do Exército Valfrânio Fonseca Freitas, 42 anos, morreu por volta das 15h30 de ontem (25), em Parnaíba, oito dias após cair da Ponte Simplício Dias durante prática de rapel. O velório acontece neste domingo (26), na Pax União, em Teresina.
Valfrânio era instrutor de rapel e no dia 18/05 fazia treinamento com um grupo na Ponte Simplício Dias, próximo ao Porto das Barcas, ponto turístico de Parnaíba. Ele teria caído de uma altura de 15 metros. Após oito dias de internação, o subtenente não resistiu aos ferimentos.
Segundo o comandante da PM da cidade litorânea, coronel Raimundo Rodrigues de Sousa, Valfrânio tinha experiência em rappel e costumava treinar soldados militares. “Num determinado momento do treinamento ele foi fazer uma demonstração aos alunos e perdeu altura. Ele recebeu uma pancada forte na cabeça e uma das costelas perfurou o pulmão. A médica que atendeu ele disse que ele sofreu uma hemorragia muito forte e a causa da morte foi mesmo a perfuração”, explica o comandante.
O coronel Sousa lamenta a morte do subtenente. “Todos nós que fazemos a segurança pública em Parnaíba estamos de luto pela perca prematura deste grande homem”, diz.
 Cidade Verde, com informações e imagem do  site ProParnaíba/montedo.com

Nota do editor:
O Subtenente Walfrâmio Fonseca Freitas era da Arma de Infantaria, da turma de 1990 da EsSA e Chefe de Instrução do TG 10012, de Parnaíba. Foi decretado luto oficial por três dias no município piauiense.

5 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo