STM condena à prisão recrutas que dançaram funk do Hino Nacional

Pena definida para os oito militares foi convertida em prestação de serviço
EVANDRO ÉBOLI 
BRASÍLIA – Em sessão nesta terça-feira, a maioria dos ministros do Superior Tribunal Militar (STM) condenou, por 9 votos a 1, os oito recrutas que aparecem em um vídeo em que alguns dançam o Hino Nacional executado em ritmo de funk. O episódio ocorreu num quartel de Dom Pedrito (RS) em maio de 2011. Seis deles aparecem dançando e cantando o hino. Eles foram condenados a um ano de prisão, mas a pena foi convertida em prestação de serviço.

Leia também:
POLÊMICA NO RS: SOLDADOS CRIAM VERSÃO FUNK DO HINO NACIONAL

Único ministro a votar contra, Carlos Alberto Marques Soares, que é civil, considerou, em seu voto, que a pena é exagerada e desproporcional. Os recrutas foram acusados de terem ultrajado o Hino Nacional Brasileiro.

Assista ao vídeo polêmico

Todos os recrutas cumpriram o ano de prestação de serviço militar obrigatório e, desde 6 de janeiro deste ano, não estão mais no Exército.
G1/montedo.com

10 respostas

  1. Um Tribunal Superior em que nada menos do que NOVE MINISTROS julgam Ação de EXTREMA (IR)RELEVÂNCIA PARA A SEGURANÇA NACIONAL! É motivo de orgulho saber disso! E ainda há quem defenda a existência desse STM em tempo de paz, julando essas questões que não dependem de Justiça especializada para julgar e punir.

  2. Tudo bem! Os meninos fizeram uma brincadeira exagerada com um dos Símbolos da Pátria. Mas e os "artistas" que vivem inventando compassos diferentes e "modernidades na execução do mesmo Hino Nacional até mesmo em solenidades oficiais? Será que os ministros tem noção do que significa uma condenação judicial na vida profissional futura desses jovens? Enquanto muitos criminosos "dimenor" tem suas patifarias acoitadas pela casta governante (ministro da justiça, dos DH, congressistas, OAB, etc)os pavões do STM arruinam a vida de possíveis bons cidadãos por uma coisa que seria perfeitamente resolvida com o RDE. É muita vontade de mostrar serviço! Lamentável!

  3. Quanto tempo de cadeia o Governo deve pegar por desrespeitar o povo morrendo nas filas dos hospitais?
    Quanto tempo de cadeia os Cmt militares devem pegar por não olharem elutarem por seus comandados?
    Palhaçada essa condenação, bastava cumprir uma pena dentro do quartél mesmo, tipo uma detenção!!!

  4. Ridículos, ministros ridículos. Seria muito mais justo e benéfico à sociedade se a pena fosse uma semana de serviços comunitários ou pitar o muro de uma escola. Pra quê mesmo serve o STM?

  5. A notícia é tão esdrúxula que fica difícil comentar. Essa porcaria poderia ser resolvida com o RDE, e depois orientá-los, pois muitos que chegam aos quartéis se conhecem algum tipo de Lei, e quem deveria ensinar e orientar fica pagando embuste.
    O STM não serve para nada, a não ser para atender os desmandos de uma minoria e atender a "mamatas" de "oficiais generais".
    Essa sentença só veio ratificar o que a sociedade já sabe há muito tempo, o STM é um tribunal de exceção e vai de encontro à vários preceitos constitucionais.

  6. Não poderia esperar uma decisão diferente partindo do STM, desproporcional e injusta. Essa corte nunca teve isenção. Fim ao STM!!!!!!

  7. Noooooooooooooooooooooooosa! Como os Ministros do STM são bons ! Mostraram realmente à sociedade para que servem. Servem para empoladamente como palavras rebuscadas condenarem pobres miseráveis brasileiros que são obrigados a prestar o serviço militar e que não recebem educação mesmo quando estão prestando um serviço público ganhando a miséria de R$ 536,00 (menos que um salário mínimo) e proporcionalmente menos do que um acomodado recebedor de bolsa-família que ganha sem trabalhar. Condenar Soldados que cometem deserção, que furtam tênis do armário do colega, que falsificam a assinatura em cartão de cabelo é mole, quero ver é condenar os graúdos fardados que desviam recursos em grandes quantidades das unidades logísticas (Parques de Manutenção, Parques de Material de Aeronáutica, Arsenais de Guerra do Exército e da Marinha, Bases Logísticas e da quase falecida IMBEL (empresa pública cheia de aspones militares que ficam lá só fazendo figuração e mamando na teta da União)) que ficam fingindo que fazem manutenção e recebem tubos de dinheiro das Diretorias de Brasília que não fiscalizam o que efetivamente está sendo feito nos quartéis. Um finge que engana e o outro finge que é enganado e assim todos se dão bem !

  8. É MUITA FALTA DO QUE FAZER,NOVE MINISTROS(JUÍZES?),SE REUNIREM AS CUSTAS DO ERÁRIO PARA JULGAR JOVENS RECRUTAS QUE DEBOCHARAM DO HINO NACIONAL,FATO QUE PODERIA TER SIDO RESOLVIDO A NÍVEL DE COMANDO APLICANDO SIMPLISMENTE O REGULAMENTO DISCIPLINAR DO EXÉRCITO,COMO SE ESSES JOVENS TIVESSE FERIDO MORTALMENTE A SEGURANÇA NACIONAL.ORA,SÓ FALTAVA ESSA,OU MAIS UMA, PARA COMPLETAR O EXCELENTE TRABALHO QUE FAZ O STM EM PROL DAS FORÇAS ARMADAS E DO BRASIL.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo