Escolha uma Página
Aproximadamente 700 militares do Brasil, Colômbia e Peru, atuam na Operação Bracolper, que também leva cidadania aos moradores de áreas recônditas
Operação Curare IV irá combater crimes ambientais e transfronteiriços
Operação Brascolper irá combater crimes ambientais e transfronteiriços (Arquivo A Crítica)
Patrulhamentos terrestres, aéreos e fluviais para com combater crimes transfronteiriços e ambientais,vem sendo intensificados na região de tríplice fronteira, entre o Brasil, Colômbia e Peru, desde o último dia 23, por peio da Operação Bracolper, realizado pela 16ª Brigada de Infantaria de Selva.
A Operação Bracolper é uma ação combinada entre o Exército Brasileiro e as Forças Armadas da Colômbia e do Peru, onde cada país atua em sua área de responsabilidade, mas de forma coordenada, para combater os referidos crimes, nos três países, ao mesmo tempo.
Participam da operação em torno de 400 militares do Exército Brasileiro, 200 militares da Colômbia e mais 100 militares peruanos, totalizando em mais de 700 homens e mulheres. Concomitantemente, estão sendo desenvolvidas atividades de caráter cívico-social, como ações de apoio médico, odontológico e educacional junto às populações ribeirinhas.
A operação tem a finalidade de intensificar a presença do Exército Brasileiro e das Forças Armadas Colombianas e Peruanas junto à tríplice fronteira, reprimindo os delitos transfronteiriços e ambientais, além de reforçar, junto à população regional, o sentimento de nacionalismo, proteção ao meio ambiente e de defesa da soberania brasileira, colombiana e peruana.
acrítica/montedo.com
Skip to content