Escolha uma Página
Ministério da Defesa chega às mídias sociais Facebook e Flickr
A partir desta quarta-feira, as informações produzidas pelo Ministério da Defesa (MD) chegam a novas mídias sociais. Com o objetivo de interagir com os variados públicos que navegam na internet, a pasta criou uma página no site de relacionamentos Facebook e outra no Flickr, que armazena e compartilha fotografias.
“Com essa iniciativa estamos cumprindo uma das principais diretrizes desta administração, que é dar transparência aos fatos que ocorrem no âmbito da Defesa”, diz o assessor especial de Comunicação Social do MD, Luiz Gustavo Rabelo. “Esses canais estarão interligados com os meios informativos das Forças Armadas nas redes sociais, permitindo à sociedade ter uma visão de conjunto sobre os principais assuntos da Defesa Nacional”.
Até hoje, as informações produzidas pela equipe de Comunicação Social do Ministério propagavam-se pela rede mundial de computadores apenas por meio da página www.defesa.gov.br e pelo twitter. Para definir o modelo adotado para as novas mídias, profissionais do setor analisaram os principais padrões adotados por instituições públicas e privadas.
Cada canal desenvolvido terá uma linguagem própria para permitir melhor interação com o público específico de cada rede social. A página no Facebook, por exemplo, terá o conteúdo mais sucinto e uma linguagem mais direta, bem como contará com apoio de imagens que ilustrarão as referidas informações. Se o internauta tiver interesse em mais detalhes daquele assunto, bastará acionar um link que o remeterá para a página do MD na internet.
Foto: Felipe Barra (Ascom MD)
O Flickr será o principal banco de imagens do Ministério. Lá, blogueiros, editores de jornais, revistas, TVs e outros interessados poderão obter fotos em alta resolução dos eventos do Ministério, além de um vasto arquivo sobre temas relacionados à Defesa.

Os assuntos abrangem desde, por exemplo, o Projeto Rondon até Rio+20, GTA (Grupo de Trabalho do Araguaia) e Operação Ágata, entre outros. As fotografias poderão ser utilizadas por qualquer pessoa, desde que contenham os créditos.
Os novos produtos somam-se ao Twitter, canal já existente no MD e que conta com quase 70 mil seguidores. O microblog da Defesa, que nos dias atuais difundia matérias publicadas no site ganha novas funcionalidades, sendo uma delas a divulgação de todos os conteúdos a serem colocados à disposição nas mídias sociais.
“Esse conjunto de atividades permitirá uma ampla interação com o cidadão, que poderá ter acesso a um vasto conteúdo relacionado às atividades da Defesa”, explica Luiz Rabelo.
Defesa/montedo.com

Skip to content