Escolha uma Página
Embarcação está dotada com sistema antiaéreo Aegis.
Objetivo da missão é reforçar segurança na região.
Destróier Kirishima partiu em direção a águas 
do sul do país. (Foto: Kyodo News / AP Photo)
As Forças de Autodefesa (Exército) do Japão enviaram neste sábado (31) a águas do sul do país uma embarcação dotada com o sistema antiaéreo Aegis, a fim de reforçar a segurança perante o lançamento de um satélite norte-coreano, previsto para abril.
O destróier Kirishima partiu na primeira hora deste sábado da base naval de Yokosuka, 65 km ao sul de Tóquio, e se juntará no Mar da China Oriental a outros dois navios que contam com um sistema similar para interceptar mísseis, informou a agência “Kyodo”.
As forças militares do Japão ainda devem desdobrar nos próximos dias sistemas de intercepção terra-ar PAC3 nas ilhas Miyako, pertencentes ao arquipélago japonês de Okinawa.
A partida Kirishima rumo ao sul acontece um dia depois de o ministro da Defesa japonês, Naoki Tanaka, ter ordenado às Forças de Autodefesa que interceptem o foguete norte-coreano caso seja necessário para evitar que o projétil ou fragmentos dele caiam em território do Japão.

Exibir mapa ampliado
A Coreia do Norte anunciou que lançará em abril um satélite a partir de um foguete de longo alcance, plano recebido com receio por vizinhos como Japão e Coreia do Sul, que o consideram um teste encoberto para o desenvolvimento de mísseis nucleares.
G1/montedo.com
Skip to content