Escolha uma Página
Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciou nesta terça-feira o travesti acusado de tentar matar um soldado da Marinha, em Brás de Pina, no subúrbio do Rio. Ele responderá por tentativa de homicídio qualificado.
De acordo com a polícia, em 16 de março o soldado foi baleado com quatro tiros. Ele está internado no Hospital Estadual Getúlio Vargas. Segundo a polícia, o travesti negou as acusações após ser preso.
A família do soldado teria dito que ele foi assaltado por um grupo de travestis. De acordo com o MP, o crime ocorreu após os dois saírem do apartamento do travesti, e cometido por “motivo fútil e mediante dissimulação, prática que impossibilitou a defesa da vítima”. O acusado está preso por posse de munição e arma de fogo.
SRZD/montedo.com
Skip to content